JSN ImageShow

Você está aqui: InicioMinas no RapEntrevista com Aline Luluzinha

Entrevista com Aline Luluzinha

Compartilhar

O portal Som da Quebrada entrevista Aline Luluzinha que nos conta um pouco sobre sua carreira, acompanhe esta entrevista recheada de curiosidades.

 PortalSDQ: Qual é o seu nome de Batismo e de onde veio o nome de Aline Luluzinha?

 Aline Luluzinha: Então...kkkk... Meu nome é Aline Aparecida Ryden,o Luluzinha vem desde pequena pq meu cabelo era enroladinho e eu um dia sai na rua com um vestidinho vermelho,pronto foi motivo né – A você parece a Luluzinha do desenho eu particularmente odiava ai pego ,hj em dia normal até gosto.

PortalSDQ: Aline sabemos que ninguém acorda se espreguiça de manhã e diz “Vou cantar Rap” Fale-nos sobre o início do seu trabalho com o rap:

 Aline Luluzinha: Eu sempre gostei de musica,com7 anos eu já dançava e meu irmão mais velho ouvia Rap eu gostava das batidas do jeito que falavam,fui tomando gosto e com 12 anos eu entrei para um grupo de RAP gospel,

(R.U.C)Rappers Unificados em Cristo,eu era back vocal e cantava as partes que me passavam das musicas,até que comecei a tentar e descobri que eu sabia rimar dai então comecei a escrever,tive um tempo desacreditada pensei em parar + voltei , faço freestyletambem hoje em dia.

Passei um tempo no grupo UclãDuVersu daqui de Sorocaba e Hoje em dia faço parte da Crew do MADE IN RUA, também to junto com os meninos do ELITE DO FLOW, tenho o meu projeto solo mas também viso em estar junto com mais pessoas estou atualmente em um projeto meu chamado

União Minha Banca é um grupo composto por 7 garotas a ideia é fazer a junção das meninas que estão começando por aqui,,por mais que falem que não ainda é muito difícil para nós mulheres, mas estamos correndo atraz para abrir portas.

PortalSDQ: Quais as referências musicais no seu trabalho com o rap?

Aline Luluzinha: Minhas referencias vem de outros gêneros também eu gosto muito de MPB e Reggae, Bezerra da silva , Lauryn Hill , Dina Dee , entre outros o Rap dos anos 90 foi o que mais me inspirou.

PortalSDQ: Você já sentiu alguma discriminação por ser mulher e cantar Rap?

Aline Luluzinha: Claro bastante principalmente quando comecei, as vezes ia rimar em uma roda de free e os caras me olhavam e falavam a mano já era vai rimar contra mina que dó dela , ou quando eu falava que cantava rap e me olhavam e falavam a então você é back vocal , já me falaram que tinha voz feito de homem.

PortalSDQ: É necessário mais espaço para os grupos de rap feminino em Sorocaba?

Aline Luluzinha: Sim, na verdade não só para os femininos e sim p cultura HipHop em um todo.

 PortalSDQ: Já pensou em desistir em algum momento de sua carreira?

Aline Luluzinha: Varias vezes eu fiquei 2 anos sem escrever,mas a musica falou mais alto.

PortalSDQ: Qual a maior alegria que o Rap te deu?

Aline Luluzinha: Conhecer aspessoas que eu conheço ,mudar meu ponto de vista em relação a muitas coisas,o Rap salvou minha vida, se eu não tivesse voltado a cantar e escrever talvez estaria de novo na cadeia.

PortalSDQ: O que você espera realizar em um futuro bem próximo?

Aline Luluzinha: Gravar meu disco, poder fazer o que gosto como gosto,passando a mensagem da melhor forma possível.

PortalSDQ: Deixe uma mensagem para mulheres que assim como você tem sonhos que envolvem o Rap.

Aline Luluzinha: Acredita mulherada acredita, porque o trabalho é árduo e demora sim nada cai do céu tem queter esforço e perseverança ,é difícil portas se fecham e outras se abrem e as vezes tudo fica ruim mas ai ao invés de se revoltar e desistir pegue uma caneta e escreva uma letra nova ,como diz SNJ “se tu lutas tu conquista”...

Tenham fé e lutem mesmo, se tudo for fácil ninguém valoriza ,se valorize você é importante seu trabalho e valioso...Durante varias gerações as mulheres lutam para ser independentes , nós estamos conseguindo isso então vamos mostrar para que viemos.

Salve Deus abençoe a todas que tão no corre é noiz mulherada... Paz e Luz

comments
anuncie

Som da Quebrada - 2012 - 2013

X Fechar